9 de janeiro de 2018

Ernesto Sabato!

Meu amigo George Guilherme me emprestou esse livro.

Não conhecia o autor, mas depois pesquisei e vi que se tratava de um gênio!

O livro é muito bom. Eu não sei se aproveitei o que deveria ter aproveitado apenas pelo momento da vida. Tem momentos que estamos mais ou menos sensíveis para leituras profundas como esta.

Um livro de memórias é melhor aproveitado quando estamos também a requalificar ou resignificar a nossa própria história.
8 de janeiro de 2018

Lázaro Ramos!


Ganhei de Robi esse livro (ela insiste em ser minha fonte de livros não necessariamente ligados á espiritualidade e cristianismo).

Bom livro. Não achei espetacular. Mas vale a pena. E sou fã de quem se expõe da forma como ele o faz.