28 de dezembro de 2008

Outra música antiga feita pra Paulinha

DATA: 07 de agosto de 2001, às 18:00hs.
OCASIÃO: à tarde, em Barcelona.
TÍTULO: Atento Olhar



A fantasia do teu beijo
O sonho do sorriso
O brilho em teu olhar

Existe na mansão mais rica do desejo
Na lágrima em meu olho
Na música a tocar

O teu descaso faz meu mundo começar a girar
O teu atento olhar me serve de tempero
Fermenta o meu bolo
Me coloca pra cantar

Eu quero seguir te beijando
Eu quero seguir sonhando
Eu quero ver o teu olhar

Eu quero chorar de alegria
Explodir em fantasia
Quero seguir a cantar

COMENTÁRIO: Eis as cifras:

D, Em, A
24 de dezembro de 2008

De Pastor a Pastor

Hoje acabei de ler o livro cujo título é o mesmo desse post, escrito por Hernandes Dias Lopes (Hagnos). É bom. Não foi uma leitura melhor porque eu li recentemente um clássico da teologia pastoral "O Pregador, Sua Vida e Obra", de John Henry Jowett, que trata do mesmo assunto, com ainda mais profundidade.

De toda forma, colhi um parágrafo que penso ser relevante, sempre. Diz Hernandes:

"Quem serve a Deus não busca projeção pessoal. Quem serve a Deus não anda atrás de aplausos e condecorações. Quem serve a Deus não depende de elogios e nem se desanima com as críticas. QAuem serve a Deus não teme ameaças e nem se intimida diante de perseguições."

A todos desejo meu Feliz Natal, com muito evangelho!!
21 de dezembro de 2008

Doxa, PavaBlog e Família

Olá,
Natal é sempre em família. Está sendo assim, passei o fim de semana com meus filhos e esposa...no sábado na casa da minha sogra, hoje na casa dos meus pais...corri 8km sábado no Recife Antigo...hoje de manhã fui ao culto, que foi belíssimo...Dom Ximenes, como sempre, inspiradíssimo, nos trouxe uma bela mensagem tendo por base a história de Gideão.

Agora a noite foi a celebração de natal da Comunidade Doxa...foi linda...crianças em cantata, teatro, música, Palavra, Ceia e muita comunhão...

Quero instigar quem tiver tempo/curiosidade e senso de humor a ler o blog, cujo link é o seguinte:
http://www.pavablog.blogspot.com/
É muito safo!
Amanhã devo postar mais algo de interessante que tenho lido e um escrito antigo.
17 de dezembro de 2008

Vale a pena ver

Vejam...casas, igrejas, escolas etc...não são depósitos pra crianças...são lugares onde se deve propiciar bons modelos...
video

Lendo e se apropriando

Como disse no primeiro post do blog, quando de sua criação, escrevo para me apropriar daquilo que penso, ou que digo que penso. Descobri que se eu ler e gostar, foi bom. Mas se eu ler, gostar e escrever algo, ainda que seja só um post, eu me comprometo com o que escrevi, crio uma espécie de sentimento de necessidade de coerência...ou seja, eu me aproprio e me empodero disso que li e gostei...ainda que seja só um sentimento!

Nessa linha de raciocínio, vou compartilhar parte de um artigo de Carlos Queiroz, publicado na revista "Mãos Dadas", Edição de setembro de 2008 (www.maosdadas.org), que é simplesmente inspirador e motivador da minha missão:

"São raros os pastores e pastoras que se dedicam às crianças. Muitas igrejas se transformaram em empresas religiosas mantidas por clientes potencialmente capazes de pagar a conta do negócio religioso. Como as crianças não estão em fase de produção econômica, são relegadas a um plano secundário, ou totalmente esquecidas."

Isso é muito verdade. Os adultos ou pagam a conta, ou ajudam com mão de obra na empresa religiosa e por isso são o alvo de muitas igrejas, e as crianças sofrem, sobretudo as pobres.

Criança precisa de modelos...de bons modelos...
16 de dezembro de 2008

Paula me inspirou


Continuando a publicação dos meus escritos antigos, esse próximo eu escrevi quando tinha seis meses de namoro com Paula e tinha ido estudar na Espanha. Estava com muita saudade.

DATA: 02 de julho de 2001, às 19:20hs.
OCASIÃO: em Barcelona.
TÍTULO: Desconhecido
EMENTA ORIGINAL: É interessante como um sentimento forte é maior que a distância e o tempo. Eu amo sentir isso. Faz bem. Mas sei que também faz chorar. Eu prefiro sorrir à vontade por tempo indeterminado do que limitar meu sorriso até alcançar o sonho.



Amor, é maior que o tempo; tudo espera.
É bem maior que a distância; tudo suporta
Dizem que o amor eterno não existe mais
Mas eu prefiro crer no que o amor é capaz

Amor – a essência do que há em mim
Amor – alegria que me faz viver assim

Eu sei que o amor faz chorar quando não é correspondido
Mas é bem melhor curtir o risco do que não viver
Dizem que a paixão é tudo, enquanto ela durar
Mas amor eterno existe, eu sei que posso encontrar


COMENTÁRIO: Não foi escrita de uma vez. A primeira estrofe foi feita no dia 02/07/2001, de caneta preta. O refrão, a segunda estrofe e as cifras estão escritos de caneta azul. Não está escrito, mas é baseado em 1Co: 13. Eis as cifras:

E, A
12 de dezembro de 2008

O Obstinado Amor de Deus

O título desse post é o mesmo do livro de Brennan Manning que estou terminando de ler hoje. E queria registrar aqui no blog uma coisa que há muito vem ressoando no meu coração, com uma ilustração contida nesse livro, muito inspiradora.

O livro conta uma estória (que eu replico com minhas próprias palavras) de um pai que entrou num metrô com seus três filhos, e esses meninos estavam bagunçando muito e fazendo barulho e perturbando as pessoas, enquanto o pai ficava calado, sem admoestá-los. Uma pessoa séria, generosa e consciente dos seus direitos e deveres então dirigiu-se ao pai indagando se não iria fazer nada; se não estava disposto a educar as crianças etc...o pai respondeu que havia acabado de sair do hospital e a mãe deles havia falecido, de forma que ele ainda não tinha conseguido encontrar a forma de contar aos seus filhos...e não sabia o que fazer...no mesmo instante essa pessoa passou a ter compaixão das crianças e do pai e não mais repúdio...

Essa estória desmonta o coração dos "bons" que não amam, não procuram entender as pessoas, mas que julgam, "ensinam" etc...Jesus disse que deveríamos amar nossos inimigos e orar por eles...a gente não tem paciência nem com quem não é nosso inimigo, mas simplesmente nos interrompe ou nos desagrada em pequenas coisas...

Finalizo esse post com uma frase de BM no livro: "Nosso coração de pedra torna-se coração de carne quando ficamos sabendo em que altura as pessoas choram".

Estou convencido que o toque da emoção (sentir) precede a conversão racional (saber) a qualquer causa.

Bom final de semana.
10 de dezembro de 2008

Cansaço e Confraternizações

Hoje eu viajei para Garanhuns e voltei...pense num cansaço...como se não bastasse, estamos em meio à temporada de confraternizações...agora a noite tem mais uma...é bom, mas é cansativo!

Tenham cuidado nos discursos e nas descrições dos amigos secretos para não cometerem gafe...isso me fez lembrar de um fato pitoresco:

"Jantar de confraternização do Coríntians, levanta o Matheus e inicia o seu discurso:
- Primeiramente, quero agradecer a presença de todos vocês aqui, esta noite. Segundamente, quero agradecer à Antártica, pelas Brahmas queeles mandaram de graça..."
9 de dezembro de 2008

Escritos Antigos - Coragem

Eu acabei de digitar muitos escritos antigos que eu guardava os manuscritos...são poesias, músicas, versos soltos etc...coisas antigas...a maioria delas produzidas durante o tédio das aulas das faculdades...rsrsrsrsrs...(faça o que eu digo mas não faça o que eu faço)...

Decidi postá-los, os que são publicáveis, aqui no Blog...não foi uma decisão fácil, pois morro de vergonha dessas palavras...sei que não sou bom nisso e tenho vergonha das minhas incompetências...

No entanto, como tenho lido muito de Brennan Manning ultimamente, estou começando a ficar mais à vontade com o eu incompetente, inseguro, triste e vulnerável...não tem problema vcs me verem assim também...

Cada peça vem com título, data, ocasião em que foi escrita e algum comentário...

Eis a primeira:

DATA: Desconhecida
OCASIÃO: Aula de Ciência e Tecnologia (FCAP).
TÍTULO: A Minha Marca



Seja a minha marca a fé na cruz
Seja o meu louvor fruto do meu amor
Louve a minh`alma em meio a aflição

Bendito seja o Senhor, que dia a dia
Leva a minha carga
Bendito seja o DEUS de Israel
Que dá força e poder ao Seu povo


COMENTÁRIO: Feita na Fcap, no verso de um trabalho sobre Breakpoints. Baseada nos Salmos 74:21 e 68:19. Há outros versos que me parecem ter sido excluídos. Ei-los:
Meu coração, se estás oprimido
Minha canção não te alegra mais
Se diante do Pai, tu sentes vergonha
(...)
Descanse a minh`alma da ansiedade
Exalte ao Senhor o meu corpo, a minha mente
7 de dezembro de 2008

Que alívio!

Não foi fácil...no meio do segundo tempo, quando soube dos resultados de Figueirense e Atlético Paranaense, eu simplesmente sai de onde estava vendo o jogo e fui andando pelas ruas de Casa Forte, ouvindo o rádio, mas longe de todo mundo...não queria que vissem minha vibração ou decepção, conforme fosse o caso...comprei pão e fui até minha casa caminhando...vibrei sozinho no portão...entrei...beijei minha esposa e meus filhos...disse que os amava...hj eu durmo tranquilo...

Fonte, Hospitais e Timba

Ontem teve ministração do Fonte em apipucos, na confra de final de ano dos discipulados da Catedral Episcopal Carismática...foi bacana...fizemos uma dinâmica e celebramos a Ceia do Senhor...estávamos estigados...hoje o dia começou cedo na mañanita (minha cunhada Aninha está no cursilho)...depois fui com papai e victão visitar dois parentes que estão em hospitais...pense numa bronca...e agora estou me preparando para o jogo do timba mais tarde...enquanto Paula e os malas dormem...ainda bem que amanhã é feriado pra eu ter tempo de dormir, comemorar ou amargar minha tristeza...mas estou otimista...
5 de dezembro de 2008

Vítor e mais uma Batalha

Hoje, Vítor, filho de meus cumpadres Tonho e Carla fez uma cirurgia. O ano de 2008 foi muito duro para essa família, mas em compensação foi muito vitorioso. Tudo correu bem e ele está ótimo. Ano passado eles passaram o Natal no hospital, sem saber se haveria nascimento, quantos bebês seriam ou se Carla ficaria bem. Esse ano, além de JH, meu afilhado, a família conta com Miguel e Vítor para alegrar o final do ano! Aleluia.

Tudo tem um início...

Depois de ver o blog "idéias inigualáveis" do meu brother Aldenio, decidi iniciar um...vamos ver no que é que dá...eu tava pensando que esse blog pode ser uma espécie de diário publicável...lugar onde posso compartilhar com quem tiver interesse as coisas que faço ou que vejo, opiniões etc...se ninguém tiver interesse de ler, certamente valerá como terapia...sempre achei que escrever é terapêutico...faz com que de alguma forma eu me aproprie dos meus próprios sentimentos e valores...é isso...