24 de agosto de 2009

Persépolis


Fazia tempo que eu não lia livros com temática descaradamente cristã...mas resolvi ouvir os conselhos de Ricardo Gondim, quando diz:


"Aconselho que alguns livros passem a ser obrigatórios. Quem lê romance capta, mesmo em narrativas fictícias, a imensidão humana."



E aí peguei um livro que minha esposa tinha acabado de ler...ela me disse que tinha adorado...o livro tem o mesmo título desse post...


Já fiquei encantado em ver que o livro é todo escrito e ilustrado em tiras de quadrinhos...não há uma frase sequer fora dos quadrinhos...não tem numeração de páginas (embora eu saiba pela editora que tem 352 páginas)...é massa!


Com ele me diverti, me emocionei, morri de rir e as vezes tive vontade chorar, me revoltei, aprendi muita coisa de história, geografia, cultura oriental, cultura iraniana, européia etc...muito conhecimento!

Só não dei nota 10 na avaliação (veja ao lado direito), porque o final (ou a falta dele) é ruim...não que seja ruim, mas a gente sempre fica torcendo pra algo que traga uma conclusão ou que defina alguma situação...eu acho que a autora resolveu dizer alguma coisa com esse final (não quero estragar mais pra quem não leu e quer ler)...talvez que a vida continua...as aventuras de Satrapi também...

É isso. Tudo passa e vira aprendizado. Vira experiência pra gente construir em cima.

1 comentários:

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

1. Uma alegria conhecer seu blog. Que o Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti.

Medite em Colossenses 3.16

Nele, Pr Marcello Oliveira

Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

E veja o texto: Voltai para mim, diz o Senhor